...é cuidar de nós

 

Pelo menos metade do oxigénio que inalamos tem origem nos oceanos. Na verdade, a ciência indica que 70% do oxigénio do planeta é gerado pelo plâncton. As plantas e animais microscópicos, à deriva por todos os oceanos, usam a fotossíntese para gerar oxigénio e remover o dióxido de carbono da atmosfera. Eles são a base da nossa cadeia alimentar e os pulmões do planeta. Muito simplesmente, o plâncton é a base de nossa existência, e toda a vida na Terra depende do plâncton.

cuidar da nossa água...

 

Porque toda a nossa poluição acaba eventualmente nos oceanos.

Não é preciso recorrer à ciência para percebermos que não podemos sobreviver sem oceanos saudáveis, o bom senso diz-nos que precisamos parar de os envenenar com produtos químicos tóxicos e plástico. Se não tivéssemos matado mais de 50% do plâncton com produtos químicos tóxicos desde a revolução química durante a década de 1950, os níveis de CO2 não teríam subido e causado as alterações climáticas.

Join the wave!